28 de setembro de 2015

Quando meu Cabelo Crescer Ele Vai Ser... Inspirações de Cabelos Tipo 4

Quem me acompanha de perto, principalmente na vida pessoal, sabe que eu sou um camaleão a respeito do look, e meu cabelo também acompanha essas mudanças. Entretanto, faz algum tempo que adotei o black para o meu cabelo, pois queria me livrar da escravidão da escova e chapinha. Em três anos cortei o cabelo duas vezes e agora ele está bem maior.
Esse foi meu segundo corte em 3 anos. Fiz em janeiro de 2015. Pra mudar adotei um sidecut bem discreto [esse raspado do lado da cabeça].
Mas confesso que a ideia de cortar bem curtinho sempre volta à cabeça, principalmente quando sinto dificuldade em arrumar as madeixas. Na primeira vez que cortei depois de 2 anos [foto acima], não procurei inspiração em outras mulheres com cabelo black, mas desta vez é diferente!
Fiz a foto logo que terminei o tratamento. Ele cresceu bastante de janeiro até agora!
Criei um plano de ação e compartilho com você: neste post trago inspirações pra mim e pra você que pretende dar liberdade ao seu cabelo e deixá-lo enorme. Nele há mulheres lindas que assumiram seu cabelo e arrasam. Todas elas tem cabelo do tipo 4, como o meu, que é aquele cabelo crespo, com cachos em "S" ou "Z", que não são definidos, e ainda apresentam uma resistência maior. Confesso que não é simples deixá-lo crescer, mas essas mulheres poderosas que você vai ver logo abaixo servirão de inspiração. Fé! Ele cresce logo!

A primeira é a Fréderique Tietcheu. Ela nasceu em Paris, mas mora em Londres. É dona do site SHE Unleashed que traz uma proposta muito interessante: o empoderamento feminino para resgatar a confiança em ser mulher na sociedade moderna. O cabelo dela é enorme, mas ela não faz muitos penteados nele; ele tem vida própria, mas amei quando vi umas fotos dele adornado com uma coroa de flores. Dá uma olhada no Instagram dela para se apaixonar!
Em seguida vem a Alicia Nicholls, americana de Nova York. O blog dela se chama Neon Fox. O cabelo dela tem uma luzes loiras que casaram perfeitamente com o tom da pele dela, e a forma bem redondinha é apaixonante! Ela também já fez twist bem grandes que modificaram completamente o rosto e penteados bem inusitados. Amei! Confere o Instagram dela, pois tem fotos lindas e inspiradoras.
Depois vem a Maraisa Fidelis, brasileira de São Paulo e dona do site Beleza Interior?. Amo seguir os tutoriais de cabelo da Mah [íntima kkk...] e as dicas dela, principalmente porque nosso cabelo é do mesmo tipo. Acompanhei a transição dela e sei que é super possível chegar longe... Amei também quando ela ficou loira, um arraso! O Instagram dela é ótimo, com várias indicações de resenhas de produtos de make e cabelo.
A quarta é a Cintya Andrew do blog Simply Cyn. Ela mora em Nova York, mas foi criada em Douala, Camarões. Ela faz várias coisas com o cabelo - inclusive penteados - que são um banho de inspiração pra deixar o black crescer pra fazer as coisas que ela faz! Olha só o Instagram dela e veja o quanto é inspirador.
Apresento-lhes a brasileira Gisella Francisca do blog Collective For Us All. Ela também é modelo plus size e acredito que você lembre dela no último catálogo da Leader quando lançaram a coleção de verão. É, a Giselle estava lá! [veja aqui a matéria no blog dela]. O cabelo dela tem um volume controlado e umas ondas meio indefinidas, mas essas nuances dão a ela um ar de pura diva! Volta e meia ela o adorna com o lenço ou acessório e aumenta o charme. Passa pelo Instagram dela, ok?
Por fim a Ofunne O do blog All Dat Jazz. Ela mora em Nova York, mas sua descendência é nigeriana. Gente, o cabelo dela é incrível: ela cacheia, faz ondas enormes, deixa com mais volume, com menos volume... faz um tudo com as madeixas dela! Ah, um dia o meu! O Instagram dela é também inspirador, confira!
Espero que você também se sinta inspirada e esqueça a tesoura! A meta agora é deixar o cabelo crescer...

23 de setembro de 2015

Tour Gastronômico em São Paulo [Parte 2]

Vamos continuar o tour gastronômico na cidade de São Paulo? No post anterior você passeou comigo pelo Mercado Municipal de São Paulo, pela Pizzaria Bonde Paulista e pela Feirinha do Jabaquara. Agora você vê comigo mais três lugares bem legais e deliciosos que passei. Novidade: tem vídeo!
Feira da Liberdade
A Liberdade é o bairro mais oriental do Brasil: tem traços da arquitetura, um jardim em plena selva de pedra [mas não conheci porque estava fechado], vários imigrantes dessas etnias, lojas com souvenir bem típicos e mercados com comidas importadas.
Olha que linda a fachada do banco! [Foto retirada da Internet].
Nesse mix cultural tão rico não poderia faltar a gastronomia típica. Minha prima Mirna e eu aproveitamos o domingo pra visitar a Feirinha da Liberdade [oficialmente chamada de Feira de Arte, Artesanato e Cultura da Praça da Liberdade] que existe a mais de 30 anos, e começa logo na saída do metrô Liberdade.
Na rua principal da Liberdade que fica fechada no dia de feira. repare nas luminárias dos postes. Um amor!
Olha o burburinho que é a feira. Dá muita gente!
A primeira parada foi na barraca que vende tako-yaki [e acho que esse também é o nome da barraca], um bolinho de arroz assado e cremoso recheado com polvo ou camarão. A porção com 3 unidades custa R$ 10,00. Você pode comer com garfo, mas de hashi é melhor. Um manjar!
Esses são os famosos tako-yaki. Tudo de maravilhoso!
Depois seguimos para a barraca da Família Nakamura. Essa é super famosa [saiu até na Veja Comer & Beber] e vive lotada a ponto de ter senha e uma fila enorme para pegar o lanche, mas que não demora nadinha.
Na barraca fica exposto esse pôster com a capa e a página da edição da veja em que eles foram recomendados como as delícias por até R$ 10,00 em SP.
Nela comi o guioza, um pastel recheado com carne bovina, carne suína e verduras, cozido no vapor e grelhado na chapa. Ele custa R$ 5,00 a unidade e, para ficar pior [ah, imagina...], coloquei molho de maracujá. O sabor é impressionante! Também comprei o nikumanju, um pão recheado e cozido à vapor que tem 7 sabores à sua escolha, que custa R$ 5,00. 
Esse da esquerda é o guioza com molho de maracujá, e o da direita é o nikumanju, acompanhado com molho de hortaliças. Do lado, com molho verdinho são batatas cozidas. 
A parte boa é que da Liberdade consegui salvar os vídeos. Contei no post de São Carlos a tragédia que perdi todos eles no momento da conversão de formato, mas esse sobrou pra contar a história:

Restaurante Espaço Kazu na Liberdade.
Depois de uma festa de salgados fui provar umas sobremesas orientais à brasileira. O Espaço Kazu é um complexo que abriga três restaurantes e um deles é uma delícia: é o Kazu Sake Imporium, que tem uma vitrina especialmente feita pra fazer você comer com os olhos e depois ficar cheia de dúvidas quanto ao que vai escolher pra degustar!
Algumas delícias na vitrina no Espaço Kazu.
Eu escolhi um mousse de baunilha com banana que veio lindamente decorado com essa cabeça de ursinho. Fofo demais! Também experimentei o pão recheado com creme de baunilha e o capuccino. Um manjar!
Olha que fofo esse mouse com o ursinho! O capricho na decoração dos pratos no Expresso Kazu é surpreendente.
Mosteiro de São Bento
Todo mundo sabe que os mosteiros tem a tradição de produzir guloseimas incríveis. No Mosteiro de São Bento não poderia ser diferente. É um dos cartões postais da cidade localizado no centro de São Paulo, no Largo de São Bento. Depois da visita à igreja, descobri em um cantinho dela uma lojinha com manjares [que, inclusive, tem loja virtual aqui]. Pra experimentar comprei um o angelorum, um pão doce de laranja e mel com cascas cristalizadas por cima e o benedictus, um pão de mel recheado com geleia de damasco tão incrível como nunca tinha comido na vida! É pra comer orando!
Olha os dois lindos aí: o angelorium, o pão de laranja e mel e o benedictus, o pão de mel [Foto retirada da Internet].
Esse é o benedictus pão de mel [bendito mesmo!] que é assim idêntico à foto. É incrível e o gostinho de canela... bateu saudades! [Foto retirada da Internet]
Restaurante Madhu
Como em São Paulo temos o luxo de experimentar vários sabores, fui conhecer a comida indiana no Madhu. O lugar fica na badalada Rua Augusta e é uma delícia! Ponto de encontro para os apaixonados pela gastronomia indiana verdadeira. Lá experimentei três coisinhas que foram bem recomendadas por Dai, minha irmã: o Vella Stew, um refogado de batatas cozidas com cebola, levemente apimentadas e banhadas no leite de coco, a Sweet Lime Sode, uma limonada com hortelã e sementes de cardamomo, muito gelo e água com gás e os famosos quibes!
Gente, o molho de leite de coco com a batata dá um gosto ímpar! Sem falar do cardamomo à limonada... Super!
Só posso dizer que valeu a pena fazer esse tour por São Paulo. Muitos lugares ainda ficaram pendentes, mas posso garantir que, na próxima vez que voltar à cidade o relato será mais completo!

20 de setembro de 2015

Tour Gastronômico em São Paulo [Parte 1]

São Paulo é uma cidade pra tudo: ver gente de todos os lugares do mundo, visitar museus incríveis, ir a todas as lojas de grife mais badaladas, comprar horrores na 25 de Março, mas também é um lugar pra comer, e comer bem! Eu amo, amo, amo comer e em São Paulo aproveitei pra conhecer sabores novos para meu paladar. Como minha guia gastronômica estava minha prima Mirna Gomes.
Olha a linda e eu! 
Ela é pernambucana radicada em São Paulo a alguns anos e, pra piorar a situação, a pessoa é Técnica em Gastronomia então, sabe onde as cobras dormem! Foi uma delícia o tour. Nesta primeira parte mostro pra você o que pode ver e comer, é claro.
Mercado Municipal de São Paulo
Fachada do Mercado Municipal. O prédio é muito lindo! [Foto retirada da Internet].
Quer conhecer vários tipos de frutas, comer ostras frescas, peixes e outros frutos do mar, banana, passas ou outras frutas desidratadas cobertas com chocolate, queijos e embutidos de todos os tipos? O Mercado é parada obrigatória! Também considerado local turístico, é um dos mercados mais bem falados no Brasil pela sua variedade, limpeza e organização. Passei pouco tempo por lá, mas pude relembrar o gosto de algumas frutas e conhecer outras que nem imaginava que existia. É um lugar pra aproveitar cada barraquinha!
Foto da fachada noturna do Mercado; produtos do local; foto aérea da área. [Foto retirada da Internet].
Feirinha do Jabaquara
Em São Paulo fiquei hospedada em Jabaquara, um distrito da zona central e é o lugar onde está localizado a rodoviária de onde partem as linhas de acesso às praias do litoral sul. No bairro há duas feiras, uma enorme e outra menorzinha que estava na mesma rua onde estava hospedada.
Produtinhos da Feirinha do Jabaquara. Fiquei impressionada com as verduras e legumes frescos que já podem ser comprados picados e cortados! O sonho das donas de casa.
Conversa vai, conversa vem, lembrei da famosa propaganda de SP: pastel com caldo de cana. Então parti pra feira pra experimentar essa iguaria que a Globo adorava propagar em novelas.
Barraca das meninas tão simpáticas onde comprei o pastel. Fizeram até pose pra foto!
A combinação é muito gostosa! Tomei um caldo de cana com abacaxi [lá as misturas com abacaxi, gengibre ou limão, por exemplo, são comuns] e um pastel de carne seca com queijo, pra lembrar do gosto do sertão. Hum...
Foi um sabor maravilhoso provar esse pastel com caldo de cana.
Pizzaria Bonde Paulista
Parte externa da pizzaria. Uma delícia ficar ao ar livre. [Foto retirada da Internet].
São Paulo também é um lugar perfeito para comer pizza, afinal é a cidade do Brasil onde mais se consome o prato! Como fui pra cidade na semana de meu aniversário, nada melhor do que uma pizza pra comemorar. A escolha pelo Bonde foi da Dri [uma das amigas], que já conhecia o lugar e, confesso, foi uma escolha perfeita. Já comecei me apaixonando pelo cardápio que é super original:
O cardápio imita um jornal com direito até às seções. Muito original! [Foto retirada da Internet].
Meus amores e eu, brindando por mais um ano de minha vida. 
Depois de dizer que estávamos ali pra comemorar meu aniversário, o tratamento foi vip pra aniversariante. A pizza feita em forno à lenha estava maravilhosa! Resolvemos também experimentar uma pizza doce, mas antes que ela chegasse, a surpresa: ganhei um mino bolo com sorvete com direito a velinha e parabéns pra você! Nossa, foi super bacana! Toda a equipe de garçons, pizzaiolo e barman cantaram os parabéns pra mim! Tinha que registrar minha emoção, né?
Em sequência, só pra ficar mais emocionante.
Nossa! A experiência de sabores foi ímpar. Espera que já, já tem a parte 2 ainda mais gostosa!

15 de setembro de 2015

Salvador, Bahia e os Eventos: Festival Food Truck e Mercado Iaô Itinerante

O fim de semana foi cheio de descobertas gostosas. No meu pulinho à capital baiana conferi o Festival de Food Truck e a Feira do Mercado Iaô. Vamos saber como foi cada evento?
Food Park: Festival de Food Truck Salvador
Bem-vinda!
O evento já está em sua terceira edição [a segunda rolou em agosto] e esta foi na Praça Wilson Lins no bairro da Pituba. Pra quem não sabe, o food truck [mais ou menos "caminhão de alimentos" em português] é uma nova modalidade de encarar a comida de rua: o empreendedor monta um negócio sobre rodas que vai onde o cliente está. E este "ir onde o cliente está" pode envolver uma viagem que sai de um estado para outro! A coisa não é nova, já vimos por aí várias lanchonetes a duas ou quatro rodas na rua, mas o food truck tem vindo pra ficar. A moda ganhou força nos Estados Unidos e Canadá [quem não lembra daquele carinho e a musiquinha "sorveeeeete..." nos desenhos da Disney] e se espalhou pelo mundo pra nunca mais sair.
Qu4tro Rodas.
Chico Paca.
Sertão Goumert.
O Festival de Food Truck Salvador reuniu vários mini caminhões [tinha uns 14 como o Sertão Goumert, Coxa Coxinha, Sushi Trucks, Guerrilha Truck, NaLarica e outros] além de carinhos muito fashion que vendiam iguarias doces e salgadas. Depois de dar uma volta e ver o que vendia, optei por dois lanches: um sanduíche grego e um hot dog de carne seca. Já havia provado o sanduíche grego em Foz do Iguaçu quando fui em 2014 e em São Paulo em 2015. O sanduíche um kebab feito com pão árabe, recheado com filé de carne assada e cortada em pedacinhos. Acompanha alface americana, cebola e molho. Pra ficar melhor, adicionei molho barbecue e pimenta [paixão baiana!]. Hum... Comprei a delícia por R$ 15,00 no Las Marias.
Estava uma delícia, mas ainda não foi a mesma emoção como foi comer em Foz do Iguaçu!
O hot dog é recheado com salsicha alemã, carne de porco moída e molho barbecue. Por cima um caminho de queijo cheddar. Pura delícia! O que mais gostei foi da salsicha alemã, que tem gosto de carne mesmo! Esse comprei por R$ 15,00 do Pahua.
Gente, vale super a pena, o sabor é incrível!
Aproveitei  pra fazer um marketing.
E pra animar a galera, DJ ao vivo em um Truck modelo kombi irado, todo plotado com o logotipo da Tubaína Retrô, patrocinadora do evento. Foi uma delícia!
Essa kombi arrasô!
Mercado Iaô Itinerante no Salvador Shopping 
Panorama da Feira.
Saindo da lá fui no Salvador Shopping pra conferir a Feira do Mercado Iaô que fica até 27 de setembro de 2015. E se você também não conhece o mercado, vamos à história: a ideia começou quando decidiu-se juntar em um só lugar a cultura, a arte, a gastronomia e as manifestações culturais presentes na Península de Itapagipe. Hoje o mercado está sob a curadoria do artista plástico Marcelo Gato e funciona todo domingo em um espaço na Ribeira. Porém, devido às obras de revitalização da orla de Salvador o mercado estará fechado, assim durante esse período, as feiras serão itinerantes. A previsão de abertura é 14 de dezembro de 2015. Na exposição conheci trabalhos muito bons como o artesanato de lacre de latinha de Joel Modas, os vestidos adornados com cordão de Ângela Amado, os colares de cordão e linha de Janaína Rodrigues, as bijus, acessórios e as bonecas negras de Tulany e os colares de cerâmica de Manoel Messias.
Joel Modas, Ângela Amado e Manoel Messias. [sup. da esq.-dir.]
Tulany e Janaína Rodrigues. [abaixo]
E, pra minha surpresa, conheci uma figura linda e iluminada: o figurinista Cassio Caiazzo que estava coordenando a Feira no shopping. Pra refrescar a memória, o Cassio participou da série Como manda o Figurino no Fantástico. O programa visava escolher entre 6 participantes o melhor figurinista, mas infelizmente ele saiu antes do final. Torci muito por ele; ele tem talento e foi importante ele ter chegado lá. O moço, tão gentil, conversando comigo e assim, naturalmente, começou a desfiar a franja de meu kimono e me deu uma aula de como elas são funcionais, chiques e necessárias atualmente no mundo da moda. No fim,  foto, é claro!
Infelizmente a foto não ficou boa! Uma série de complicações com minha câmera...

8 de setembro de 2015

E lá se foi Agosto...

Lindona, daqui a pouco é Natal! Kkkkkkkkkkk estou me adiantando muito, né? É a rapidez dos dias que tem nos atropelado, e parece que tudo que fazemos tem se acumulado, acumulado e o tempo tem voado! Enfim, quero contar é coisa boa pra você. Vamos ao resumo?
Agosto foi um mês bem tranquilo para o ateliê Artesanía Bijuterias, mas coisas boas sempre acontecem. No blog você viu o post da minha visitinha a São Carlos em São Paulo, o meu maravilhoso tour aos museus em São Paulo: o MASP, a Pinacoteca e o Museu da Língua Portuguesa que são, de fato, surpreendentes, e os comentários, looks e variações do acessório mais versátil do inverno: o cachecol infinito.
Ah, que lugares gostosos! No Museu de São Carlos [esq.], no Museu da Língua Portuguesa [centro] e na feira em São Paulo comendo o famoso combo: pastel + caldo de cana [dir.].
Cachecol infinito.
No Instagram continua a série #AcessóriodoDia com lindas inspirações pra você. Na galeria de clientes e produtos, a Karine brilhou com a flor para cabelo e os Beatles deram uma passadinha e deixaram seu recado na camisa da Melissa Barbosa.
Meus acessórios do dia. Este mês parece que o étnico tomou conta de meus looks.
Karine divando com a flor do cabelo à la Brasil e a estampa da camisa para a Melissa Barbosa.
Você já conhece nossa página no Facebook, não é? Lá você acompanha um conteúdo exclusivo: as novidades do ateliê, as produções e os clientes que usam Artesanía Bijuterias, além das notícias e tendências mais interessante do mundo da moda e da arte. Curte lá!
Essa é a cara da página no Facebook. Aguardo sua visita ;)
E que venha setembro cheio de cores da Primavera!