30 de abril de 2014

Echarpes: charme de Outono

Finalmente ele resolveu chegar. Bem vindo frio de outono, achei que você tinha se perdido no começo da estação e até postei lá no meu Twitter:
Mas se veio, vamos aproveitar, afinal frio é raro por essas bandas de cá! Como a estação fria ainda está no comecinho, sugiro introduzir bem devagar as peças que vão compôr seus looks de outono/inverno.
Começo pelo echarpe, peça simples, geralmente feita de tecido leve em forma retangular e alguns deles tem o acabamento com franjinhas [super na moda!].
A peça é super versátil e dá pra compôr looks casuais e também esportivos. Mostro pra vocês a seleção de looks retiradas do site Chicisimo, uma comunidade de moda incrível, a qual também participo. Os perfis estão abaixo, pra que vocês também possa ver outras opções oferecidas por essas fashionistas.
[da esq. pra dir.] Renata_be.iconic / Oh my Looks / Vanessa Basanta
Os looks casuais podem ser compostos com pouca coisa: calça jeans ou brim, camisa manga 3/4 ou longa, scarpin, sapatilha, ankle boot ou sleepers. Arremate a produção com acessórios: bolsa baú ou capangas casuais, óculos, maxipulseiras, cinto, relógio e echarpe, é claro!
[da esq. pra dir.] Dalys Gómez / Between my Clothes / Be Trench
Os looks esportivos são super confortáveis e compostos por peças bem soltas: legging, calça saruel, jeans skinning, tênis converse ou sneaker, t-shit, coletes ou suéteres esportivos juntamente com os acessórios: óculos, bolsas capanga, mochilas, cintos e echarpe.
Use e abuse dessa peça elegante e versátil! 

23 de abril de 2014

DIY: Tiara de corrente à Lupita

Desde quando cortei o cabelo bem curtinho fiquei procurando maneiras de sair da mesmice de deixar o cabelo sem nenhum acessório e, para o despertar de minha inspiração, aparece a linda Lupita Nyong'o com aquele tiarinha fofa na noite do Óscar!
Lupita na entrega do Oscar.
Então, resolvi fazer uma dessas, mas de correntes pra poder dar um Up! no look do cabelo super curto.
Você vai precisar de: corrente que não enferruge, elástico preto, terminal, alicate de bico.

Modo de fazer.
1. Corte um pedaço do elástico, passe nos elos finais da corrente, fazendo como um círculo.
2. Una as pontas desse elástico com o terminal e feche-o com alicate. FIM!
Olha só como ficou em mim:
É algo extremamente simples, mas que dá uma cara linda ao seu look, diversificando as opções de acessórios para cabelos bem curtos. Gracias Lupita por la inspiración.

Dica:
+ O comprimento, a largura da corrente, o tipo e cor depende de seu gosto e do tamanho da circunferência de sua cabeça. Faça medidas antes de comprar a corrente.
+ Procure por uma corrente que não enferruje e que seja resistente à água, afinal você também poderá usar a tiara com cabelo molhado.

21 de abril de 2014

Festival Coachella: os Acessórios mais Usados

Foto da página do festival.
No Twitter não rola outra coisa: o Festival Coachella é o assunto da vez! Confesso que esse ano foi a primeira vez que ouvi falar do festival [antes tarde do que nunca!], e soube mais um pouquinho pelo Insta da H&M que o patrocina e tem um mega stand na festa. Buscando na rede informações sobre o evento, chamou-me atenção os looks das garotas da festa e, em especial, os acessórios para a cabeça. Eu como apaixonada por eles, fiz uma seleção dos acessórios que mais gostei  usados nesta e nas edições anteriores do festival e mostro pra vocês.
] [ InSpire - SE ] [
Foto de divulgação.
Os looks para um festival como este, ao ar livre, são inspirados no boho y no hippie chic, duas tendências que nunca saem de moda, são super confortáveis e que abertas às mesclas com outros estilos.
Pra enfrentar o sol, os chapéus são indispensáveis.
Site Vougue.es
Foto de divulgação. / Site Vougue.es.
Fotos de divulgação.
Os bonés vem como outra opção para se proteger do sol e dar um ar mais street à produção.
Foto de divulgação.
Kristen Stewart. Foto de divulgação.
O toque de romantismo vem com as tiaras de flores e afins de todos os tamanhos e cores.
Foto de divulgação.
Foto de divulgação.
Foto de divulgação.
E o ar mais hippie, além dos looks, é dado com os lenços.
Modelo brasileira Alessandra Ambrósio. / Foto de divulgação.
Foto de divulgação.
Este ano o festival aconteceu nos dias 11-13 e 18-20 de abril na Califórnia, EUA. Para mais informações visite a página oficial do Festival Coachella [em inglês] e programe-se. Você também pode participar! Vale a pena conferir mais looks disponíveis na rede por vários site como o da Elle, Vougue e H&M. Eles realmente são painéis de inspiração!

17 de abril de 2014

DIY: Sapato Cubista

Faz muito tempo que estou desejando uma peça inspirada na obra de Piet Mondrian (1872-1944), artista plástico holandês [Ameersfoort, Holanda]. Em 1911, ele foi para Paris, onde abandonou suas paisagens realistas para adotar o CUBISMO. Seu trabalho a partir de 1917 - áreas de cor divididas por linhas pretas - levaria SAINT LAURENT a produzir, em 1965, uma coleção de vestidos inspirados na sua obra (Fonte: Abeca).
<< inspiração >>
Obra de Piet Mondrian e Vestidos da coleção produzida por Yves Saint-Laurent em 1965.

(Foto de divulgação)
Logo pensei em um scarpin preto com o fundo vermelho, modelo famoso idealizado pelo gênio francês Christian Louboutin. O meu estava super acabadinho, precisando mesmo de uma reforma. Para esse DIY vamos precisar de materiais bem simples e um pouco de técnica na hora de montar a decoração no sapato.

Você vai precisar deglitter nas cores azul, amarela, branca e vermelha; cola permanente; durex; pincel; saleiro; impermeabilizante para sapato.
Modo de fazer:

1. Cole o durex no sapato de modo a formar retângulos. Medir com uma régua ajuda a fazer os retângulos com um tamanho regular, já que devem ser feitos nos dois pés de sapato.
2. Nos retângulos faça marcações com uma caneta ou lápis com as iniciais das cores do glitter que irá colocar em cada lugar. Lembre-se que é interessante manter a simetria das cores para uma harmonia entre os pés do sapato, assim marque cada retângulo com as letras como se fosse um espelho. Coloque o glitter no saleiro.
3. Com o pincel passe cola nos retângulos equivalente à cor do glitter do saleiro e salpique no local. Terminada a aplicação da primeira cor, aplique as outras cores seguindo o mesmo procedimento de troca no saleiro.
4. Ao final, retire o durex com cuidado e aplique impermeabilizante próprio para sapato para conservar melhor o glitter. 
Meu look total black só pra o sapato ser a estrela. Como sempre, meus maxis estavam presentes: anéis, ear cuff e tiara de corrente DIY à Lupita, em breve no blog. 
<< dicas >>

<< No momento da aplicação do glitter, não esqueça de colocar embaixo do sapato uma página de jornal ou plástico. Isso ajuda a aparar o excesso de glitter e não deixar seu espaço brilhante.

<< Se preferir, coloque cada cor em um saleiro. Pode facilitar e agilizar o processo de colagem.

>> Para colar usei cola permanente indicada para tecido, mas acredito que a cola para glitter seja mais indicada pela própria natureza do material.

<< No lugar do impermeabilizante usei esmalte sintético, que funcionou muito bem.

14 de abril de 2014

Agito e a Tranquilidade em Morro de São Paulo, BA

Olá Lindona!

A ilha mais famosa da Bahia continua linda... Morro de São Paulo é um dos destinos mais visitados no Estado e que conquista muita gente que o visita. De setembro de 2013 a janeiro de 2014 tive o privilégio de trabalhar nesse lugar fantástico [ossos do ofício!], possibilitando que conhecesse mais e desfrutasse de suas águas limpas e quentes.
Vista das muralhas do forte de Morro de São Paulo. 
O acesso à ilha é feito de catamarã desde Salvador ou de lancha [rápida ou lenta] de Valença. Ao chegar na ilha paga-se uma Taxa de Preservação Ambiental de R$ 15 [até janeiro/2014 era esse preço]. Depois disso, sobe-se uma ingrime ladeira e então, acesso direto ao paraíso. Se estiver com muita mala, há "taxistas", moços com carros de mão que levam a mala do porto até a pousada. Não sei quanto custa o serviço, mas acho que é um pouco mais de R$ 10.
Entrada da Ilha com vista à ponte de acesso.
Morro tem uma vasta extensão de praias e, a mais badalada é a 2ª Praia, onde se concentram bares, restaurantes e a maioria das pessoas que estão na ilha. Lugar ideal pra quem está solteiro(a). Quer um pouco de aventura? Você pode fazer mergulho e saltar na tirolesa de 12m!
2ª Praia.
Vista do Mirante da Tirolesa
Quem busca tranquilidade deve fazer uma caminhada até a 4ª Praia e seguir para a 5ª Praia, 6ª Praia ou até onde as pernas aguentarem. Cuidado apenas com a maré, pois há pontos que não dá pra passar se estiver alta. A partir da 4ª Praia fica perfeito pra observar a natureza, tomar sol sem ser incomodado(a) ou curtir o gato(a) à vontade. 
Vista desde as ruínas do forte. Ao fundo, Ilha da Saudade.
À noite várias opções: uma série de lojinhas pra quem gosta de shop com todos os preços! Algumas que me conquistaram foram a Coruja Acessórios [comentários neste post], a Quebra Gelo [moda praia], Lr 19 [moda masculina e surf wear] e a Morro de Saudade [souvenir]. As outras também são lindas, mas essas que citei ficaram na memória pela exclusividade de produtos que oferecem.
Pra comer recomendo a Carpaccio e Pizza que tem uma pizza maravilhosa nas opções de rodízio ou a la carte durante a noite. A pizza doce feita com banana da terra é incrível! Durante o dia, o Restaurante Tinharé que vende pratos a la carte ou pratos feitos (PF) com um tempero caseiro maravilhoso. Também tem o restaurante Baiano, com uma ótima comida baiana, mas os preços são mais salgadinhos. Quer beber? À noite tem várias opções de barracas de drinks ao longo da 2ª Praia. Virei fã da Barraca de Balbino, pois este moço faz um suco de laranja com abacaxi dos deuses! E não é só esse. Vale a pena pedir a ele pra fazer umas misturas bem diferentes. Todas são uma delícia!
E hospedar-se? A oferta hoteleira é enorme e atende a todos os bolsos. As opções mais baratas ficam na Rua da Fonte e na Rua da Biquinha, menos badaladas, mais populares, entretanto igualmente boas. No período que trabalhei lá, fiquei no Hostel Rosa dos Ventos na Rua da Fonte. As meninas, Gê e Paula, são fofas e irão te atender muito bem [não esquece de dizer que foi minha recomendação; os preços são super em conta]. Uma outra opção é a Pousada Xerife, na rua do Posto de Saúde. O lugar é lindo, tem quartos com vistas para a entrada da ilha e uma decoração rústica apaixonante. Mais opões de hospedagem em Morro de São Paulo > hospedagem.
E pra diversão? As boates Pulsar, Toca do Morcego e o happy hour do Portaló estão aí pra completar sua viagem com alto estilo. Do Potaló e da Toca você confere um santo pôr do sol! Além disso, geralmente na 2ª Praia tem música ao vivo nos bares, sempre rola um luau, uma festinha na casa de alguém...
Um dos pontos de encontro na 2ª Praia.
Conheça Morro e me conta como foi. Todo mundo sai de lá querendo voltar...
  

4 de abril de 2014

DIY: short à Brasileira > Bandeira do Brasil

Esse DIY é bem patriótico! Faz algum tempo que venho acompanhando o lançamento de roupas, acessórios e bolsas com as bandeiras da Inglaterra e dos EUA, mas nada com a bandeira brasileira.
* * InSpiRaçÃo * *
Blog Achados e Perdidos [sup. esq.] <> Stopf4you [sup. dir.] <> Lojas Renner [inf. esq.] <> Blog da Myrian [inf. dir.]
Então, resolvi criar o meu próprio short com a bandeira mais bonita do mundo!
Você vai precisar de: short jeans, tecidos nas cores da bandeira (verde, amarelo e azul), fita de cetim branca, chatons prata, agulha de costurar, linha invisível, linha de costurar das mesmas cores dos tecidos, tesoura e máquina de costura.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<
Modo de fazer:
1. Meça a área do short em que será aplicado o tecido verde, de forma que este cubra todo um lado do short, e corte.
2. Faça um triângulo com o tecido amarelo e corte. Faça um círculo no tecido azul e corte. Atenção! Em todas as partes que você irá cortar, é importante deixar a margem para costura. Gosto sempre de fazer com 1,5 cm de sobra, pois assim consigo fazer um acabamento melhor.
3. Costure com a máquina, sobrepondo, o círculo azul no triângulo amarelo e depois, essas duas peças costure ao retângulo verde.
4. Por fim, costure a fita de cetim branca por cima do círculo azul. O resultado será este para a decoração da frente do short e do bolso de trás:
Costure os chatons com linha invisível. Depois, costure as partes em seus devidos lugares no short, não esquecendo de virar as bordas para obter um acabamento perfeito. No final, um show!
Este short foi customizado para uma amiga cliente, por isso é diferente do meu, da foto abaixo. Aproveitei que iria fazer ele para tirar fotos melhores para atualizar o DIY. Por isso, os modelos de short e tecidos são diferentes, porém a técnica é a mesma descrita nas instruções.
Essa foto está do meu antes [quando tinha cabelos maiores], mas já dá pra ter uma ideia de como pode ficar o short que você customiza. Fica a dica para o look.
Notas:
<> Para a parte verde usei neste short (o meu da foto) fita de cetim nº 2 que deu um resultado diferente por causa do brilho, mas também se pode usar seda ou outro tipo de tecido, como algodão.
<> Para a parte azul usei feltro, mas os tecidos de algodão caem muito bem para a peça.
<> Para a faixa branca pode-se usar também fita de cetim (como usei neste último modelo que fiz).