29 de setembro de 2013

Inhotim, MG Mexe com os Sentidos!

Esta semana voltei a Minas Gerais para conhecer mais um pouquinho dos cantinhos mineiros, uai! Já confessei minha paixão pelo lugar e contei minhas vindas em post aqui no blog: meu Bem vindo Inverno! e Luxo black gold: Ouro Preto, MG. Esta vez fui conhecer um pedacinho do paraíso: Instituto Inhotim em Brumadinho, MG.
Entrada do instituto.
Tem que tirar foto na placa pra dizer que fui lá!
A ideia nasceu com o empresário Bernardo Paz na década de 80 e contou com a idealização original de jardins do super conceituado paisagista Roberto Burle Marx. Daí foi só sucesso! O Inhotim ganhou recebeu o registro de jardim botânico e atraí muitas pessoas para seu espaço. Quem vai ao lugar busca puro contato com a natureza e a aproximação com incríveis obras de arte contemporânea.
Obra Sem título de Edgar de Souza
O Inhotim conta com 23 obras de artistas conhecidos internacionalmente como Cildo Meireles, Tunga, Hélio Oiticica e Paul McCarthy. Em muitas delas você pode interagir e despertar incríveis sensações. A maioria das obras são distribuídas nas 20 galerias espalhadas pela fazenda e não podem ser fotografadas se estiverem dentro das galerias.
Um dos bancos feitos com troncos de árvore espalhados pela área do Inhotim
Algumas galerias são muito interessantes, como a do americano Doug Aitken, conhecida como Pavilhão Sônico, em português. A galeria é uma cúpula de vidro e abaixo dela foram escavados 202 metros e instalados microfones de alta sensibilidade que captam o som da terra. É uma sensação diferente, pois você ouve uns barulhos, como se coisas estivessem se chocando e com intensidade alta e baixa, ou seja, há um momento que o som é bem baixo e, em outros parece um trovão!
Galeria do "Som da Terra"
Outra galeria interessante é a de Cildo Meireles. Há 3 salas, mas duas são incríveis: uma tem uma instalação que reproduz o solo com vários cacos de vidro que você pode caminhar sobre eles e sentir o barulho do vidro ao andar; a outra é uma sala toda vermelha da obra "Desvio para o vermelho", algo a la Casa Cor: tudo no ambiente é vermelho e, na sala ao lado uma garrafa com um líquido vermelho que te leva a uma pia que derrama líquido vermelho pela torneira.
Obra de Cildo Meireles [Foto disponível no site do Inhotim]
Outras obras chamam muito atenção pela sua criatividade como a "Ôle ô Picolê" de Marepe, em que foi feito um painel com embalagens de picolé. Super criativo!
Obra de Marepe. [Foto disponível no site do Inhotim]
Além das obras em um acervo (aqui) bastante rico, Inhotim conta com um jardim botânico com uma variedade enorme de plantas medicinais, aromáticas e tóxicas, bem conhecidas da nossa cultura popular e nossa infância.
Jardim de plantas tóxicas.
Para chegar a Inhotim é necessário pegar um ônibus na rodoviária de Belo Horizonte da empresa (nesta vez R$ 33,00 ida e volta). Compra-se a passagem de ida e volta. No instituto paga-se um ingresso (nesta vez R$ 28,00 inteira) para acesso ao lugar. Há uma estrutura muito boa com lanchonetes e restaurantes, apesar que os preços não sejam tão baratos...
Meu look para Inhotim foi bem confortável, afinal lá se anda muito! Escolhi uma calça boyfriend que dobrei as pernas para fazer uma bermuda, uma camisa de renda, uma sandália rasteira e um turbante. O que chamou atenção foram meus pingentes de chave, os quais receberam elogios e foram fotografados por algumas pessoas que me encontravam pelo caminho.
Look para um dia relax em Inhotim.
Quer saber, vale muito a pena ir. É um lugar encantador, que vai mexer com seus sentidos, aguçar seu senso artístico crítico e fazer você viajar. Quer saber mais? Acesse os links indicados neste post e planeje sua viagem.

11 de setembro de 2013

Colar no Colarinho: charme para Camisas Fechadas

Desde sempre vimos e aprendemos que os maxi colares são usados com blusas que deixassem o colo à mostra. Claro, isso não mudou, mas agora temos outra opção: usar os colares com camisas fechadasCamisas de botão, jerseys, camisas gola alta, baby looks... todas essas peças agora ganham um colar sobre elas pra compôr um look super atual. Para essa composição, vale tudo! Confira a galeria de inspiração e ouse. Quer sair de dia com um colar com pedras e strass? Pode! Não se preocupe, eles estão completamente permitidos. 
[Blogueira Chiara Ferragni]
[Outfit Fanpage Romwe]
Durante o dia ouse nas cores...
[Fanpage Fashion Style]
Se o colar é colorido é melhor casá-lo com camisa branca ou com uma cor clara ou em acorde com as cores do colar. [Vougue.es]
Perceba a harmonia deste look: bolsa, pulseiras e colar em completa harmonia. As peças são bem discretas em relação à cor, favorecendo o destaque das bijus. [Vougue.es] 

À noite não economize na elegância.

[Blog Estação Riachuelo]
[Blog Estação Riachuelo]

# antenada #

  • Os colares são usados sobre as camisas e abaixo do colarinho, caindo sobre o colo.
  • Na composição vale tudo: pode ser um maxi colar bem colorido ou um maxi mais monocromático, mas tem sempre que ser um maxi.
  • Não se preocupe com os materiais, pois todos estão permitidos: strass, pedras naturais, pedraria, miçangas, correntes, contas... vale o que ditar seu estilo.
  • Combine os colares com camisas de tecido ou jeans. O importante é que seu colo esteja escondido embaixo da camisa e o colar abaixo da gola. 
Espero que tenham gostado. Se experimentar, conte-me sua experiência.

4 de setembro de 2013

Lojas Internacionais Valem a Pena!

Escrevo esse post para animá-las: as comprinhas em lojas gringas funcionam! Faz tempo que queria comprar algo nas lojas internacionais e ficava com muitas dúvidas, principalmente sobre a entrega, afinal estaria investindo dinheiro e não saberia se esse investimento seria compensado. Há pouco tempo comecei a arriscar.

Minha primeira compra foi no site de maquiagens italianas Kiko Cosmetics que são incríveis [ao meu ver, podem ser comparadas à Natura ou até são melhores que a marca] e os preços são enlouquecedores: produtos a partir de 1,00 euro!
Infelizmente eles não entregam no Brasil, mas comprei pela loja online na Itália e pedi que entregasse na casa de um amigo que vinha para o Brasil em poucos meses. Tudo ocorreu muito bem. Durante o processo de entrega, eles não conseguiam encontrar a residência do meu amigo, pois coloquei algum dado errado, mas eles então prontamente ligaram para o número de celular dele que havia cadastrado, e conseguiram fazer o contato e a entrega. Os produtos chegaram na casa dele em menos de 15 dias de forma bem organizada, com direito à e-mail de confirmação de compra e de entrega do pedido. Sucesso!
A segunda experiência foi no site da editora italiana Edilingua, pois além de espanhol agora quero aprender italiano! Comprei um livro para estudar o idioma e o processo foi o mesmo com a Kiko: comprei e pedi para entregar na casa do meu amigo. Sucesso total outra vez!
Esta última aventura foi no site da Oasap de roupas e acessórios. A recomendação desse site veio da Vanessa Vasconcelos do Blog Decor e Salto Alto no post Comprando em lojas gringas. Seguindo as recomendações da blogueira, fiz minha primeira compra: um short rendado. A peça fez o maior sucesso no verão europeu 2013 e será a aposta do verão brasileiro 2014.
Desta vez a entrega foi feita a minha casa. A compra foi feita em 07/08 e logo após o último clique, recebi um e-mail de confirmação do pagamento. No outro dia recebi o e-mail de expedição com o número de acompanhamento do pedido pelo site. Hoje, 04/08, recebi em casa meu lindo short entregue pelos Correios!
E-mail que recebi com número de rastreamento e dados da compra. O short foi bem barato!


Embalagem da entrega recebida em minha casa.
O que precisei para comprar? Meu fantástico cartão de crédito internacional e o Google tradutor, afinal tudo estava em inglês!
Meninas, vale a pena. Façam suas compras e contem-me se tudo deu certinho.